Dayton Roger

Aquarelas / Watercolors

Parafraseando Drummond em Canção Amiga “Eu preparo uma canção

em que todos araçatubenses se reconheçam...” Pode ser a “canção” uma exposição de aquarelas de Araçatuba? Bom, será feita! 

Estou viajando pelo país, as aquarelas se somam. Mostrarei esses trabalhos em exposições de 05 de Agosto de  2022  e outra 18 de Novembro desse ano; durante o aniversário de Araçatuba. Como não mostrarei essas aquarelas neste site, gostaria que todos vissem  os originais na exposição da Secretária de Cultura de Araçatuba.

Em homenagem aos araçatubenses, que têm trabalhos meus, publico os nomes dos proprietários e as imagens dessas aquarelas da cidade. Em Portfólio, escolhi um ou dois trabalhos por pessoa; porque têm araçatubenses que têm mais de quarenta aquarelas minhas. Por exemplo, o professor Julio César Moraes e o Dr.Renato Aliandro Barros. A todos minha gratidão de guardar, usufruir e cuidar essas "canções" em que todos araçatubenses de se reconheçem. A gente se vê nas vernissagens.

 

Casa do Parque Ecológio

 

 Formado em matemática pela Universidade Federal de São Carlos ( UFSCAR ), viveu e frequentou o ambiente cultural e científico que permeia  aquele  campus. Frequentou, sobretudo, os cursos de história da arte e cinema do prof. José Sidney Leandro:

  

"Seus melhores trabalhos são sem dúvida a paisagem. Dayton se dá melhor com grandes espaços. E, além disso com o efêmero. Suas obras que mais me impressionam são aquelas que capta o não estático, o mutável : o vento nas folhas, a luz do sol, as nuvens,  a água, até os trilhos que aguardam o trem.  Mesmo que ele desenhe aquilo que aparentemente é perene, uma casa por exemplo, a marca do transitório se faz presente, seja na parede mofada ou em algum outro detalhe. O efêmero na natureza é sua poética  e a técnica, ou melhor , a gramática dessa técnica,  é seu tema. A técnica pela própria técnica, não como suporte, mas como um fim em si mesma."
 

 

                                                                                                                                  JOSÉ  S. LEANDRO

                                                                                                                                      Professor da UFSCar

 

 

 Graduated in mathematics from the Federal University of São Carlos (UFSCAR), he lived and attended the cultural and scientific environment that permeates that campus. He attended, above all, the history courses of art and cinema of prof. José Sidney Leandro:

"His best works are undoubtedly the landscape, Dayton does best with large spaces, and moreover with the ephemeral, his works that most impress me are those that capture the non-static, the changeable: the wind in the leaves, the light the sun, the clouds, the water, even the tracks waiting for the train.Even if he draws what seems to be perennial, a house for example, the transient mark is present, whether on the moldy wall or in some other detail. The ephemeral nature is its poetics and the technique, or rather the grammar of this technique, is its theme: technique by technique itself, not as a support but as an end in itself. " 


 

                                                                                                                                  JOSÉ S. LEANDRO

                                                                                                                            University professor at UFSCar

Casa do Parque Ecológio.jpg